terça-feira, 28 de outubro de 2014

Admitir a derrota, um ato democrático

Viver num regime democrático de direito é conviver com as diferenças de pensamento, é conviver com derrotas políticas - desde que essas respeitem o arcabouço  republicano de regras e leis -, é conviver com minorias estridentes e com maiorias rabugentas. Viver numa democracia, em suma, significa respeitar as instituições da República brasileira, significa respeitar o Estado brasileiro como um só, significa respeitar a vontade popular expressa em eleições, significa saber perder.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Os números do segundo turno em Petrópolis

Com 99,99% das urnas apuradas - apenas 19 urnas das 428.875 não foram apuradas -, o ciclo eleitoral de 2014 está encerrado. A presidente-candidata, Dilma Rousseff (PT), foi reeleita com 54.498.042 dos votos, até o momento, ou seja, 51,64% dos votos válidos. O candidato derrotado, Aécio Neves (PSDB), conta, até o momento, com 51.040.588 dos votos, ou seja, 48,36% dos votos válidos. O blog, porém, traz os números da segundo turno em Petrópolis.
Vamos aos números do pleito presidencial e ao governo do Rio de Janeiro.


sábado, 11 de outubro de 2014

Aquele partido

Lá por volta de 1985, um incipiente partido foi contra a eleição de Tancredo Neves a presidência da República. Começava ali, uma trajetória na contramão.
Nos tempos da Constituinte, fim da década de 80, um certo partido - ainda com representação minúscula - fez o que pôde para que a  embrionária Constituição, que hoje rege nossa democracia, não fosse aprovada da maneira que fora elaborada. Esse partido, ainda que relutante, assinou, por fim, a promulgação da carta.

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Segundo turno disputado

Hoje (09/10), com a volta da propaganda eleitoral, foi dada a largada para a disputa do segundo turno. Segundo turno que promete ser eletrizante. A essa altura, Aécio (PSDB) já angariou forças políticas importantes. Paulo Câmara (PSB), eleito governador de Pernambuco, irá coordenar a campanha de Aécio no Nordeste, região onde o tucano perdeu para a presidente Dilma (PT). O apoio do PPS, dos demais partidos da coligação de Marina Silva (PSB) e de forças regionais do PMDB promete inflar a campanha PSDBista.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Os números do primeiro turno, em Petrópolis

No dia de ontem (05/10), cerca de 115 milhões de eleitores compareceram às urnas para decidir quem, pelos próximos quatro anos, irá nos representar. Em âmbito nacional, sabemos que haverá um segundo turno que promete se acirrar a cada dia, assim como na segunda, e definitiva, disputa pelo governo do estado do Rio.

Pensando nessas eleições, o blog traz um detalhamento da eleição com o foco para  Petrópolis. Candidatos mais votados, quem ficou a frente de quem, qual a porcentagem dos principais candidatos e mais algumas informações.

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Análise sobre o debate da Globo

O debate de ontem (02/10), na Globo, foi, com uma certa vantagem, o mais importante para a corrida eleitoral que se encerra no próximo domingo. Não no sentido qualitativo; propostas e ideias foram deixadas de lado na maior parte do tempo em prol de proselitismo de campanha e ataques pessoais. No entanto, no que convém ao jogo político-eleitoral vigente no Brasil, o debate é de vital importância.

Vamos aos números que comprovam a importância política do debate global. Segundo o IBOPE, na grande São Paulo, o debate dos presidenciáveis alcançou média  de 21 pontos* com pico de 30 e share** de 48%. É, portanto, o debate mais assistido do país. A nível de comparação, os debates realizados por Record, SBT e BAND somam, juntos, 19 pontos no IBOPE. 

*Cada ponto no IBOPE equivale a 65 mil domicílios na região metropolitana de São Paulo
**Share é a porcentagem de televisores ligados num determinado canal em um determinado horário. Durante o debate, 48% dos televisores, de São Paulo, estavam ligados na Globo