segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Vamos ser do contra !

  Um dia desses alguém falou assim: "Já viu que o João  é sempre do contra..." Na hora eu ri e nem falei nada ou pensei em nada. Todavia, mais tarde voltei a pensar no assunto. Não é que eu sou mesmo do contra ! Analisando brevemente algumas coisas e o que me disseram e dizem, chego a conclusão de que sou mesmo do contra. E com muito orgulho !
   "O homem superior é aquele que duvida. Eu prego o ceticismo, a dúvida, a interrogação." -  Alberto Dines
  A citação acima muito me agrada, não só pelo fato de ser um fã aberto do Dines, mas pelo seu conteúdo, pelo que ela transmite. Sou abertamente contrário ao conformismo, a aceitação sem a duvida. Acho que todos deveríamos nos perguntar, porquê ? Por que fazemos isto ou aquilo, por que acreditamos nisto ou naquilo. Coisinha simples que pode fazer você ser apenas mais 'um' ou ser 'um' a mais.
   É muito comum ao lermos um jornal ou qualquer coisa que consideremos importante, não questionar se aquilo é ou não do jeito que  está  sendo passado. A grande maioria não tem o hábito de olhar a coisa por outro ângulo ou de se  colocar no ângulo em questão. Sempre que vou ler alguma coisa em jornais já fico com um pé atrás, pois mesmo que não tenha a intenção de manipular sempre vai induzir. Considero a indução pior que a manipulação, porque a manipulação é abertamente manipuladora, é pesada e pronto, é mais fácil enxergar a manipulação. Já aquilo que induz é silencioso, sorrateiro, fazemos sem pensar, sem querer, quando vemos estamos compartilhando de pensamentos que não conhecemos e de caráter duvidoso.
   O problema maior não está nos meios ou nos veículos, mas nas pessoas que não aprendem a ser mais céticas. Acreditar em tudo ou concordar com tudo é bem mais fácil, não é !?
"Um país que aprende a ser cético, esse é o país capaz de ir pra frente." -  Alberto Dines
  É importante ressaltar que ser do contra ou questionador é bem diferente de ser chato por conveniência. Questione sim, mas não seja idiota, por favor !

Nenhum comentário:

Postar um comentário